PUBLICIDADE

Topo

Quarentena: veja dicas para usar esse período para repaginar sua imagem

Ana Aoun

23/03/2020 04h00

O momento é de ficar em casa. O avanço dos casos de covid-19 no Brasil nos obriga a enfrentar um período de isolamento e evitar qualquer tipo de contato social. Isso tudo para prevenir que o sistema de saúde seja sobrecarregado com tantos casos da doença ao mesmo tempo.

É hora de se cuidar — e cuidar dos outros. Não é facil. Não será facil. Mas, é extremamente necessário.

Como também é necessário não esquecer de si. Não é porque a vida social pediu uma pausa que é preciso parar de se cuidar, se vestir, porque "ninguém vai me ver mesmo", "só vou ficar em casa".

É hora de aproveitar para refletir: "eu me visto pra quem? eu me cuido para quem?". E chegar à conclusão de que você se cuida e se veste para si mesmo, para se agradar, vai contribuir (e muito!) para que os cuidados com sua imagem e estilo continuem, mesmo em uma época de reclusão e pouca exposição.

Então, o que você pode fazer neste quesito durante a quarentena? Trago dicas, confira!

Autoimagem

Vá para a frente do espelho. Olhe-se com cuidado, carinho e generosidade. O que você mais gosta em você? E o que menos gosta? Consegue explicar por quê sente isso? E o que faz com esse sentimento no dia a dia? Ele te impede de vestir algo? Ele te estimula a usar determinadas peças? O que você faz para melhorar aquilo que não gosta? E o que você faz para manter ou melhorar aquilo que mais gosta?

Seja positivo ou negativo o saldo dessa conversa franca com o espelho, ele é muito necessário. Questões com o corpo norteiam a forma como nos vestimos e nos apresentamos para o mundo. Ligados no modo automático da rotina diária, deixamos de lado essa autoanálise, e passamos a conviver com várias crenças limitantes na hora do vestir antes mesmo de tentar entender (e resolver) tais conflitos. Por isso, aproveite este tempo para ser sincero consigo mesmo e pontuar problemas e possíveis soluções para a sua imagem.

(Foto: iStock)

 

Reflexão

Abra seu guarda-roupa. Olhe para tudo que tem dentro dele. Você se enxerga ali? As roupas e acessórios que ele abriga representam quem você é? Comunicam o que você deseja? Pode ser que você responda a estas perguntas de forma rápida, pode ser que demore mais tempo. Tenha calma e reflita sobre uma coisa que ocupa boa parte do seu tempo, mas que damos pouca atenção se comparado com outras atividades. Mas, o fato é: você se veste todos os dias! Então, como poderia deixar essa rotina mais leve, mais prática? Como eu poderia melhorar meu armário? Como deixá-lo mais funcional? Aproveite o momento para fazer um checklist do que você tem de mais, de menos, o que poderia ter, o que poderia desapegar. Guarde essa lista para um momento futuro. Você vai precisar!

Otimização

Depois dessa análise bastante criteriosa, que tal tirar do guarda-roupa o que não te traz mais felicidade? Porque é exatamente isso que, no final das contas, uma roupa deve te trazer! Peças de tamanhos errados que você pretende usar quando emagrecer ou engordar, peças compradas no impulso que você já tentou usar e na hora H acaba tirando, peças com defeito que você diz que uma hora vai mandar consertar (e esse dia nunca chega), peças que você ganhou e não gostou, mas que por algum motivo não se desfaz… Resumindo: peças PARADAS dentro do armário. Dê uma oportunidade para que elas sirvam para outra pessoa, que deixem outro alguém feliz, em outro lugar. Só assim, você vai conseguir melhorar o fluxo dentro do seu próprio guarda-roupa.

Arrumação

Agora é hora do trabalho braçal, que vai valer por uma atividade física — pode apostar! Tire tudo do armário, tudo que está pendurado, tudo que está nas gavetas, nas prateleiras e reorganize. Separe o que deve ficar pendurado e o que pode ser dobrado, o que você usa mais e deve ficar mais acessível, o que você usa menos e pode ficar mais escondido. Lembrando que o que você não vê, você não usa! Faça uma triagem dos cabides também — eles são parte importante da arrumação e devem estar em dia. Arrume os sapatos de forma que consiga enxergar tudo o que tem e possa usar tudo o que tem! Nessa hora, com certeza, você vai sentir necessidade de tirar mais peças — e isso é ótimo! O ideal é só deixar o que você realmente gosta e sente prazer em usar.

(Foto: iStock)

Vista-se

Não é porque você está trabalhando de casa que precisa ficar de pijama o dia todo. Aliás, isso é tudo o que você não precisa, não deve fazer. Vista-se como se fosse sair para o trabalho. Claro, você não precisa ficar de salto alto dentro de casa se não quiser. Mas, se usar o salto vai te fazer bem e ajudar psicologicamente a realizar o trabalho que precisa, vai fundo! Dá pra mesclar conforto e adequação numa hora dessas também. Faça uma trocas, misture peças formais com casuais e encontre o seu tom.

Aposto que você vai se sentir mais disposto, mais confiante para desenvolver as tarefas que precisa. Além disso, você estará preparado para participar de alguma reunião online e passará a mesma credibilidade de quando estava presencialmente. Existem vários estudos que dizem o quanto o fato de você se arrumar estimula a produtividade. E aí, como você está vestido hoje?

Cuidados

Sabe aquele monte de amostra grátis de produtos que temos na gaveta? Máscaras faciais que nunca temos tempo de fazer? Aquela base de fortalecimento para experimentar nas unhas? O sérum novo para passar na pele? Um esfoliante que comprou e esqueceu de usar? Pois a hora é agora! Inclusive é uma oportunidade para você repensar as marcas que tem usado, os processos, se estão funcionando no dia a dia, se precisam mudar.

Aproveite também para limpar a área onde guarda tudo isso, tirar os produtos vencidos e aqueles que você não se adaptou. Energia parada não leva a nada! Procure ler mais sobre dicas de beleza também e organizar na agenda um momento para se cuidar, para se curtir. Tomar um bom banho todos os dias e relaxar um pouco também pode fazer parte desse ritual, já que a correria do dia a dia deu uma freada.

Cara limpa x make

Intensificando a rotina de beleza e mantendo a pele bem hidratada, talvez você tenha vontade de dar umas férias para a maquiagem e deixar a cara limpa. Tudo bem. E tudo bem também se você achar que merece um corretivo, uma máscara de cílios e um gloss, mesmo para ficar em casa de boa. Cada um sabe da sua necessidade. Talvez só não seja necessário fazer maquiagens mais elaboradas, cheias de camadas, contornos e sombras — mas se quiser fazer também para treinar e passar um pouco o tempo, nada mal. Quem sabe até gravar uns tutoriais para compartilhar com as amigas ou nas redes sociais. Já pensou nisso? Se fizer bem, que mal tem?

(Reprodução Instagram)

Movimente-se

Sim, não dá pra ir na academia (nem no parque e nem na praça) para fazer exercícios. Mas, isso não pode ser desculpa para você passar o dia todo no sofá. É importante continuar a se movimentar neste período, para manter a saúde em dia (do corpo e da mente) e preservar a imunidade. Aproveite para realizar as tarefas domésticas com disposição e já movimentar o corpo. Além disso, tem muito conteúdo online disponível com sugestões de exercícios para fazer em casa, sem a necessidade de aparelhos e outros apetrechos — ou mesmo improvisando com utensílios domésticos. Separe um canto da casa, coloque uma música, concentre-se e exercite-se. Quando tudo isso passar, você irá agradecer por não ter aproveitado esses momentos.

Que tal essas dicas? Acha que dá para deixar a quarentena mais produtiva em relação à sua imagem e estilo?

Para mais informação de moda e estilo prático para o dia a dia, acesse o meu Instagram.

 

Sobre o autor

Ana Aoun é consultora de imagem, personal stylist e jornalista apaixonada pelo universo feminino. Pós-graduada em Linguagem no Jornalismo Online, volta ao UOL, onde já trabalhou em diversas editorias, após uma pausa para se dedicar à maternidade e à família. Acredita que o autoconhecimento é a maior arma para elevar a autoestima e alcançar a tão sonhada paz com o espelho. Procura desmistificar a consultoria de imagem escrevendo sobre o tema e disseminando a ideia de que um guarda-roupa abriga muito mais que peças de roupas e acessórios - ele ajuda a mostrarmos ao mundo quem realmente somos.

Sobre o blog

Dicas sobre como se vestir bem respeitando quem se é, de forma atemporal, de acordo com os diferentes tipos físicos e estilos, para todas as ocasiões (com ou sem dress code definido). Matérias sobre as novidades das vitrines e das ruas, do que já passou da tendência das passarelas para a moda validada do dia a dia. Exemplos de como uma peça de roupa adequada, uma cor que favorece ou um acessório oportuno podem levantar qualquer look - e qualquer imagem!

Ana Aoun