menu
Topo
Ana Aoun

Ana Aoun

Como comprar bolsa? Essas 4 perguntas vão te ajudar na hora de escolher

Ana Aoun

2013-08-20T18:05:00

13/08/2018 05h00

A bolsa tem papel fundamental na hora de montar um look. Por sua funcionalidade ou mesmo pelo estilo, ela pode mudar toda a mensagem que queremos passar ao usar determinado visual. Para melhor ou para pior.

E quem nunca teve uma experiência ruim de compra desse acessório? Talvez porque não tenha atentado a uma ou mais destas 4 questões importantes. Confira quais são:

1. Combina com seu estilo?

O que está na moda nem sempre é o que mais combina com você. Por isso, é bom estar certa do que você gosta (e do que não gosta) na hora de escolher a bolsa. Uma boa dica é em relação à estrutura e ao material do acessório: bolsas "duras", com formatos geométricos bem definidos (quadradas e retangulares, em geral), comunicam elegância e sofisticação, enquanto as mais maleáveis e desestruturadas são mais esportivas e para uso casual.

2. Qual o objetivo?

Você precisa de uma bolsa para ocasiões de lazer ou para o trabalho? Ou o seu trabalho é informal o bastante para manter o mesmo estilo despojado do seu fim de semana? Você é mais organizada com o que leva na bolsa ou precisa de uma peça com várias divisórias para te ajudar nessa tarefa? Antes da compra, tente mapear tudo que é importante para você em relação à peça.

3. É o modelo ideal pra você?

O seu tipo de corpo pode dar pistas de qual a melhor bolsa para você. Sem impor regras ou padrões, é claro, já que cada um é livre para usar o que quiser. Mas alguns detalhes podem ajudar a deixar o visual mais harmônico com a bolsa.

Mulheres baixas, por exemplo, se beneficiam de bolsas pequenas e de alças médias e curtas, que ajudam a manter a proporcionalidade.

Já mulheres altas têm uma gama maior de opções de bolsas que caem bem, inclusive as grandes. Por sua vez, clutches e minibolsas podem sumir no visual.

Se você tem volume na região da barriga e dos quadris, evite modelos cujas alças terminem sobre essa região, para evitar que aumentem. Isso também vale para a pochete.

Em resumo, a bolsa é um volume a mais que você vai acrescentar no look. Portanto, vale o equilíbrio: acrescente onde tiver pouco e tire de onde tiver muito!

4. Neutra ou colorida?

Bolsas de cores neutras são mais versáteis e costumam ser as preferidas de quem gosta de usar a mesma peça em situações diversas. Combinam com tudo, em qualquer horário e ocasião.

Já as coloridas exigem mais know-how para que as combinações fiquem harmoniosas. Por sua vez, mostram mais personalidade e criatividade. Podem dar mais charme e modernizar um look mais sóbrio, ou também deixar um visual moderno mais criativo e cheio de informação de moda.

Gostou do post? Está mais confiante para escolher a sua próxima bolsa?

Para mais dicas de moda e estilo, acesse o meu Instagram!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Ana Aoun é consultora de imagem, personal stylist e jornalista apaixonada pelo universo feminino. Pós-graduada em Linguagem no Jornalismo Online, volta ao UOL, onde já trabalhou em diversas editorias, após uma pausa para se dedicar à maternidade e à família. Acredita que o autoconhecimento é a maior arma para elevar a autoestima e alcançar a tão sonhada paz com o espelho. Procura desmistificar a consultoria de imagem escrevendo sobre o tema e disseminando a ideia de que um guarda-roupa abriga muito mais que peças de roupas e acessórios - ele ajuda a mostrarmos ao mundo quem realmente somos.

Sobre o blog

Dicas sobre como se vestir bem respeitando quem se é, de forma atemporal, de acordo com os diferentes tipos físicos e estilos, para todas as ocasiões (com ou sem dress code definido). Matérias sobre as novidades das vitrines e das ruas, do que já passou da tendência das passarelas para a moda validada do dia a dia. Exemplos de como uma peça de roupa adequada, uma cor que favorece ou um acessório oportuno podem levantar qualquer look - e qualquer imagem!